Thelma Assis ex-BBB diz que racismo aumentou e que insulto é inaceitável

Thelma Assis ex-BBB diz que racismo aumentou e que insulto racial ...

Thelma Assis ex-BBB

A médica Thelma Assis disse insultos aumentaram após o BBB 20 e que esses insultos incidem com a finalidade de humilha-la, mas que ela não aceita que isso lhe sobrevenha.

A médica anestesista e ex-BBB Thelma Assis, de 35 anos, disse nesta quinta-feira (28) que tem sido mais perseguida de racismo depois de fazer parte do Big Brother Brasil 20. Ela explicou que aconteceram insultos na maioria das lives em que noticiou desde o fim do BBB. Chegou a terminar a live da última vez.
“Acho que como qualquer mulher negra é dificil não ter presenciado um ato de racismo no Brasil. Quando você está em um reality show sabe que vai ser criticado, mas ofensa racial é inaceitável”, disse Thelma no programa Encontro, adicionando que sofreu de racismo até dentro do programa.

Thelma Assis ex-BBB diz que racismo aumentou e que insulto racial ...

A médica disse ainda que esses insultos ocorrem com a finalidade de rebaixá-la e desestabilizar, mas que ela não admite que isso aconteça. “A força faz parte da pessoa preta no nosso país, devido a muitas cicatrizes”, disse ela, que considerou o racismo como um tanto já arraigado na cultura do Brasil.
Para Thelma, aponta que a solução é que a maioria seja antirracistas. “Todos têm que delatar, se posicionar, para que no futuro não tenham que passar por casos tão arcaicos, defasados. Não quero que meus parentes passem por isso. Temos que ser antirracistas e denunciar.”
Ela teve contrato com a RedeGlobo após terminar o BBB, ela é médica anestesista. Ela estará em um quadro no programa “É de Casa”. Ela também foi designada pela marca L’Oréal Paris e realiza uma campanha da Prefeitura de São Paulo contra o novo coronavírus.

Siga-nos nas redes sociais.

 

Compartilhe!



Portal Zeamerica